Você é sanguíneo, fleumático, colérico ou melancólico?

Detalhe da maior escultura da mostra O sentimento da Arquitetura – Giorgio de Chirico, em cartaz no MASP até 20 de maio de 2012

Giorgio de Chirico é um melancólico.
No outono de 1906, o jovem pintor se matriculou na Academia de Belas Artes de Munique. Com uma doença intestinal, acamado, ele leu — e amou para sempre – a filosofia de Nietzsche, Schopenhauer e Heráclito.

E, a partir de então, elegeu a pintura para exprimir sua melancolia. Dá uma passada lá no MASP para ver.

Mas o que é mesmo a melancolia?

A teoria dos quatro humores foi a principal explicação racional da saúde e da doença entre o século 4 a.C. e o século 17.

Segundo a teoria humoral, como também é conhecida, a vida seria mantida pelo equilíbrio entre quatro humores: sangue, fleuma, bílis amarela e bílis negra, procedentes, respectivamente, do coração, sistema respiratório, fígado e baço.

Cada um destes humores teria diferentes qualidades: o sangue seria quente e úmido; a fleuma, fria e úmida; a bílis amarela, quente e seca; e a bílis negra, fria e seca.

Segundo o predomínio natural de um destes humores na constituição dos indivíduos, teríamos os diferentes tipos fisiológicos: o sanguíneo, o fleumático, o bilioso ou colérico e o melancólico.

O melancólico é analítico, abnegado e perfeccionista, o que o faz admirar as belas artes. É introvertido por natureza. Mas as vezes é levado por seu ânimo a ser extrovertido. Outras vezes enclausura-se como caramujo, chegando a ser hostil. É amigo fiel, mas não faz amigo facilmente, por ser desconfiado.

O fleumático, geralmente é calmo, frio, equilibrado e por isso a vida para ele é feliz e descompromissada; raramente explode em risos ou em raiva, conseguem fazer os outros rirem, mas ele mesmo não solta um sorriso sequer. É habilidoso para promover paz e conciliação.

O colério é ardente, vivaz, ativo, prático e voluntarioso. Por ser decidido e teimoso, torna-se auto-suficiente e muito independente. Por ser ativo, estimula os que estão ao seu redor, não cede sobre pressões. Possui uma firmeza no que faz, o que o faz frequentemente obter sucesso.
 O sanguíneo é eufórico, vigoroso, vive o presente, esquece facilmente o passado e não pensa muito no futuro. Traz em si otimismo e acredita nas coisas, mesmo em meio às adversidades.
Em qual das categorias você se encaixa? Faça o teste de temperamento