Dieck leaks, man!

Clica na imagem

O que há de excitante em fotografar nossas intimidades de alcova?

A excitação vem do fato de que os registros são, a priori, secretos.

Intimamente, sabemos que, em teoria, há o risco de que as imagens se tornem públicas.

Isto é, sem dúvida, mais um ingrediente da excitação que move milhões de pessoas a fotografar e filmar momentos íntimos.

Acreditem, isso faz parte da vida sexual de gente que você jamais poderia imaginar. Até, possivelmente, do porteiro do seu prédio ou do seu chefe.

Na época da polaroid, tínhamos uma outra dimensão. Aquela imagem, plasmada num cartão físico, único, ficava trancada no fundo da gaveta com os brinquedos sexuais, longe do alcance das crianças.

Na era do Instagram é bem diferente.

—————

Leia também

Fotos de jornalista brasileira vazam na web

Análise semiótica da sexta — Scarlett Johansson